fbpx

Cashback: como ganhar dinheiro comprando

Cashback é uma grande oportunidade para que você consiga economizar uma graninha no final do mês. A palavra cashback vem do inglês e é traduzida para “dinheiro de volta”. Como o nome indica, você receberá de volta, parte do que foi gasto em uma compra. Essa é uma ótima opção para você economizar dinheiro e manter suas contas equilibradas mesmo perante a crise econômica que se instaurou com a pandemia do coronavírus.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, leia esse artigo para entender como esse benefício funciona na prática, como aproveitar ao máximo dele, quais são os cuidados que você deve ter para não ser prejudicado e quais são as principais ferramentas do mercado que dispõem de cashback!

Como o cashback funciona na prática?

Basicamente, é um sistema em que o usuário recebe de volta uma quantia em dinheiro, depois de fazer um pagamento. Você poderá ter o valor depositado na sua conta bancária ou usar o crédito de cashback para ganhar um desconto em uma próxima compra.

O valor retornado e a forma de receber o dinheiro muda dependendo da empresa que oferece esse programa. Isso significa que algumas companhias podem devolver 5% do valor da compra, enquanto outras oferecem taxas maiores para lojas parceiras, fazerem promoções ocasionalmente etc.

No caso das empresas que oferecem cartões de crédito, elas compartilham com o consumidor, uma parte do custo da taxa de transação, que é cobrada nas compras com cartão. Elas abrem mão do lucro para oferecer essa porcentagem de volta.

Como usar e aproveitar do cashback?

Para aproveitar desse recurso ao máximo, deixe para comprar um produto quando ele entrar promoção, assim você conseguirá aproveitar o desconto e o cashback ao mesmo tempo.

Avalie se vale a pena ter mais de um programa de cashback,, pois muitas vezes, não compensa distribuir o valor a ser recebido, em muitas empresas. O retorno pode ser baixo, e acaba não valendo a pena.

Quais são os cuidados que devo tomar?

Apesar do cashback ser vantajoso, é preciso tomar alguns cuidados para garantir que você está fazendo um bom negócio, não seja enganado e não perca o controle financeiro. Veja nossas dicas:

  • verifique a credibilidade da empresa: o primeiro passo é ter a certeza de que a empresa é de confiança e que seus dados estão seguros. Procure a reputação da empresa em sites de reclamação, nas redes sociais ou pergunte para outras pessoas que já usaram o serviço;
  • analise as regras: leia atentamente as regras de cashback no site da empresa, pois muitas vezes uma pessoa negligencia as regras e acaba deixando o saldo expirar ou se depara com uma taxa.

Muitas das empresas com cashback somente oferecem o benefício se o cliente adquirir um cartão de crédito. É importante pensar muito bem antes de fazer um cartão, já que ele pode contribuir para que você se endivide.

Por exemplo, quando você recebe crédito e a notícia de cashback, é possível que você se empolgue e faça compras por simples impulsos. Se isso acontecer, seu orçamento sairá do controle e você terminará o mês no vermelho.

Para evitar esse problema, faça compras com uma conta digital que trabalha com cartões pré-pagos, pois você somente consegue utiliza-lo se houver saldo na conta, algo que ajuda quem não tem muito controle dos gastos. E você pode usá-lo tanto em compras online, quanto em estabelecimentos físicos e ainda faz o controle pelo aplicativo. Essa é uma das melhores maneiras para evitar dívidas, economizar nos gastos e minimizar (ou até mesmo evitar) os impactos negativos da crise econômica que o Brasil está enfrentando!

Quais são as principais ferramentas de cashback no Brasil?

Essa estratégia foi criada em 1998 pela empresa Ebates, nos Estados Unidos. Logo no começo ela tinha parceria com mais de 40 lojas online e algumas delas ofereciam até 25% de cashback. No Brasil esse conceito demorou para chegar e começou a ser usado somente a partir de 2007; a pioneira foi uma empresa chamada Compra3.

Atualmente uma grande quantidade de empresas brasileiras já aplica o cashback e a tendência é que cada vez mais companhias ofereçam esse programa com o passar dos anos.

Méliuz

Essa é uma das primeiras marcas que introduziram o cashback no Brasil. Ela é mais conhecida por trabalhar com lojas online, mas está presente em mais de 1.600 comércios físicos e digitais.

Tem parceria de cashback com lojas das principais capitais do país, como São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Rio de Janeiro, mas também oferece cupons de desconto. O dinheiro pode ser resgatado por transferência bancária, mas somente quando o saldo acumular o mínimo de R$ 20.

Mooba

Mooba é um plugin (ou extensão) instalado no seu navegador e oferece cashback de até 7% para compras em várias lojas online. Você receberá um alerta sempre que visitar uma loja parceira da empresa, além de receber notícias de promoções.

O cashback também é recebido com transferência bancária, mas o dinheiro é disponibilizado, somente no 15º dia do mês seguinte da compra.

Poup

A Poup tem parcerias com grandes varejos como a Submarino, Amazon e Americanas. Você se cadastra no site, e escolhe o produto que terá cashback.

O dinheiro é recebido por transferência bancária, exige um saldo mínimo de R$ 20,00, a transferência é feita nos dias 8 e 22 de cada mês. Por exemplo, se você solicitou o reembolso no dia 8, receberá o depósito no dia 22.

Beblue

Esse é um aplicativo gratuito que pode ser baixado na Play Store ou App Store, mas ele tem alguns detalhes importantes que você precisa conhecer antes de utilizá-lo.

O consumidor precisa pagar uma taxa de R$ 1,99 para aderir ao programa, mas ela é cobrada do seu saldo de cashback depois de fazer uma compra. Você carrega o aplicativo (com mínimo de R$ 20) e terá um retorno de 3%.

Se você fizer uma compra pagando pela maquininha da Beblue, o saldo ficará disponível no sistema por até 7 dias depois da compra. Após esse prazo, ele será expirado. É possível transferir o valor para sua conta bancária, mas terá uma cobrança de 5% do montante.

Agora que você entende o que é e como funciona o cashback, poderá ter uma boa economia nas suas compras. O dinheiro poupado poderá ajudar a quitar as contas, principalmente, em situações em que qualquer graninha, faz a diferença. Porém, lembre-se de não se empolgar com as compras desnecessárias e tomar os cuidados. Dê preferência aos métodos pré-pagos.

Gostou do nosso conteúdo? Quer ficar sempre atualizado sobre finanças? Então siga nossas páginas no Facebook, Instagram e LinkedIn para acompanhar nossas publicações!

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: