fbpx

Como fazer um bom planejamento financeiro? 3 dicas práticas

Você sempre ouve falar, mas não sabe como iniciar um bom planejamento financeiro? São muitas as dificuldades de ter total controle sobre o nosso dinheiro, principalmente se você tem dívidas em seu nome ou está desempregado. Entender, planejar e conhecer o seu orçamento vai fazer com que você tenha um melhor relacionamento com ele e, com isso, pode até mesmo realizar os seus sonhos.

Para ajudar nisso, separamos os principais desafios que atrapalham as pessoas na hora de fazer um bom planejamento financeiro e de ter um cuidado amigável com o dinheiro. Continue a leitura!

1. Já sabe o quanto você realmente ganha e como gasta o seu dinheiro?

Parte dos erros e falhas no orçamento pessoal acontecem pela falta de conhecimento do dinheiro que entra e daquele que sai, sendo principalmente esse segundo ponto o que gera maior descontrole. Para quem está desempregado, isso é um desafio ainda mais comum. É normal que se faça somente “bicos”, então a quantia que entra é picada.

Para não ter esse problema ao cuidar do seu dinheiro e ainda entender como fazer planejamento financeiro, use a tecnologia para ajudar você. Existem aplicativos para controle financeiro nos quais você coloca tudo aquilo que recebe e tudo o que gasta. Assim, vai saber de onde está vindo e para onde está indo o seu dinheiro, além de ver os gastos desnecessários e aqueles que estejam acima daquilo que pode gastar.

2. Que tal definir o teto máximo de gastos para cada setor da sua vida?

Saber o quanto pode gastar com moradia, lazer, educação, supermercado e outros, depende diretamente do seu controle de quanto ganha e de quanto gasta. Afinal, como definir um valor máximo de seus gastos se nem você consegue saber quanto recebe mensalmente, não é mesmo?

Entretanto, se você tem essa dificuldade, não se sinta sozinho(a), pois é um desafio de grande parte da população, principalmente daquelas pessoas que se encontram em situações difíceis pela falta de dinheiro. Para resolver essa situação, além de usar a tecnologia para controlar os seus gastos, comece a usar o método 50-30-20, que é muito fácil e ajuda demais.

De acordo com essa regra, 50% do dinheiro que você recebe no mês deve ser usado para o pagamento de despesas e dos itens que são essenciais, como contas de água e de luz, supermercado, gastos médicos, alimentação, transporte etc. Enquanto 30% deve ser reservado para pagar os gastos que variam de preço e que não são feitos todos os meses, como lazer.

Por fim, o restante dos seus ganhos mensais, que representam 20%, devem ser utilizados para algum plano de vida, ou seja, investimentos ou metas e sonhos, como viajar. Porém, se você estiver com o nome negativado, esses 20%, primeiramente, precisam ser utilizados para acabar com as dívidas.

Para isso, é legal negociar o que deve. Assim você vai conseguir melhores condições de pagamento ou até mesmo tirar os juros, sendo que somente dessa maneira você terá o controle suficiente do seu dinheiro para fazer um planejamento financeiro.

3. O que acha de estabelecer o valor de uma reserva financeira?

Ter uma reserva de emergência pode parecer algo distante, mas, não se engane: com controle e planejamento é possível. Ao reservar dinheiro, você terá mais facilidade aos passar por emergências sem que acabe tendo dificuldades financeiras, já que não vai precisar usar tudo aquilo que ganha mensalmente.

Guarde uma porcentagem dos seus ganhos mensais e esqueça desse dinheiro, ou seja, só use em imprevistos, como despesas médicas, acidentes, entre outros.

Entender como fazer planejamento financeiro é aprender a cuidar do seu próprio dinheiro, inclusive em momentos difíceis. Conheça os valores que entram e saem do seu bolso e comece a cuidar deles de uma maneira melhor, para ter sempre onde recorrer.

Que tal ficar por dentro de mais dicas para cuidar do seu dinheiro? Siga a nossa página no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe as novidades.

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: