fbpx

Como cortar gastos supérfluos de uma vez por todas

Agora, mais do que nunca, é preciso economizar, saber como cortar gastos e segurar a onda com as compras para ter tranquilidade financeira. Não sabe como fazer? Não tem problema, vamos ensinar como fazer isso, na prática.

Nada de dicas milagrosas como “corte suas despesas pela metade”, afinal de contas, a quarentena do coronavírus está trazendo novos desafios econômicos, não é mesmo?

A proposta aqui, neste post, é trazer alguns conceitos que vão te ajudar de forma definitiva, e não só para o agora. Vamos separar os custos bons dos custos que podem ser dispensados na sua conta do final do mês. Gostou da ideia? Então, confira a seguir.

O que são gastos necessários e supérfluos?

Não dá para sair cortando qualquer gasto por aí, não é mesmo? Então, a melhor forma de fazer isso é definindo quais deles são necessários para sua vida, quais podem ser substituídos e quais são desperdícios.

É isso mesmo, você leu certo: quem define isso é você, afinal de contas, cada pessoa tem suas prioridades e necessidades. Seguindo essa linha, o direcionamento abaixo vai servir apenas como guia, ok?

Necessários

Gastos que você precisa fazer para suas necessidades básicas, como alimentação, moradia, saúde, educação etc. Na lógica, o aluguel da sua casa, o remédio que você toma todo mês e a compra no supermercado estão nessa classificação.

Durante a quarentena, álcool em gel e máscaras também entram nessa categoria, combinado?

Supérfluos

Gastos que podem ser substituídos por opções mais baratas e pequenos luxos que devem ser momentaneamente cortados.

Barzinho com os amigos todos os dias no final do expediente? Ok, esse está suspenso por outros motivos, mas, quando a vida retornar a normalidade, é preciso reconsiderar.

Hidratação do cabelo no salão de beleza? Petiscos caros para seu dog? São gastos que podem ser cortados ou diminuídos e não vão comprometer suas necessidades básicas.

Desperdícios

São aquelas despesas que não deveriam existir, mas muita gente escorrega e acaba fazendo. Quer um exemplo? A operadora do seu celular já ofereceu um plano de internet e você aceitou porque estava muito barato?

Acontece que você nunca havia atingido o limite do seu pacote anterior, que era mais barato, mas por achar que estava fazendo um negócio incrível, aceitou a oferta.

É triste ler a verdade, mas isso é um desperdício! Você está pagando um plano muito maior do que precisa. E isso também se repete naquela promoção “leve 3 pague 2” de um produto que você não usa, ou de uma roupa praticamente igual a que já tem.

Como fazer substituições inteligentes dos gastos desnecessários?

Então, sabe qual a regra número 1 para saber como cortar gastos? Pense bem antes de fazer suas compras, usar seu cartão pré-pago ou fazer contratações de serviços porque eles podem ser supérfluos ou desperdícios.

Além disso, também dá para fazer uma revisão completa naquelas que já fazem parte da sua vida e, então, fazer uma verdadeira revolução:

  • no lugar de almoçar no restaurante perto do seu trabalho ou faculdade, leve marmita. Vai contribuir para o isolamento social, além de ser mais econômico e estar na moda fitness;
  • em vez de pagar o aluguel de uma bike indoor, escolha fazer atividades físicas ao ar livre e em um local seguro;
  • você também pode trocar a assinatura premium daquele aplicativo de músicas pela versão gratuita ou até mesmo o rádio, que também é bem divertido;
  • considere escolher novas opções de lazer gratuitas ou mais econômicas, como fazer um encontro com os amigos para comemorar o fim da quarentena em que cada um leva o que vai comer e beber.

Como cortar gastos sem prejudicar sua rotina e necessidades?

Então, vamos revisar o plano: primeiro, organize e classifique seus gastos; pense bem antes de comprar, para não fazer mais despesas desnecessárias, escolha opções mais baratas e corte os gastos supérfluos.

E o que mais? Bom, cortar gastos não é fácil, e também, é comum que as pessoas façam isso em um mês e parem no outro. Então, a dica final é: mantenha um diário de gastos, que inclua dívidas com cartão de crédito ou compras no crediário. Isso vai ajudar a manter o foco no controle do orçamento e, se você pensar bem, é uma ótima distração para a quarentena.

Com essa lógica do post já dá para fazer uma faxina nas suas despesas supérfluas e desnecessárias, certo? Mas se achar que ainda precisa de outras informações sobre como cortar gastos, pode recebê-las no seu e-mail, basta assinar a minha newsletter.

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: