fbpx

O que são as fintechs e como elas auxiliam a vida financeira?

Conhecer bem as melhores ferramentas é o melhor caminho para executar uma tarefa com eficiência. Na hora de gerir seu dinheiro, não é diferente. As fintechs ganharam espaço na última década prestando serviços inovadores e que nos ajudam a cuidar bem do nosso precioso dinheirinho.

O termo fintech deriva das palavras da língua inglesa financial e technology, financeira e tecnologia, respectivamente. Sendo assim, a tradução literal já nos dá uma boa ideia do que vem por aí: tecnologia financeira. E tecnologia de alto nível, que nos fornece ferramentas completas para resolver qualquer problema que se tem na forma de mexer com dinheiro.

Mas o que exatamente são as fintechs? Quais tipos existem? Como elas podem me ajudar no dia a dia? Eu escrevi este texto para te ajudar a entender melhor essas empresas e responder a essas perguntas. Siga o post!

O que é uma fintech?

As empresas de tecnologia financeira são geralmente startups e trazem inovações ao sistema financeiro que ajudam a contornar a burocracia do setor. Como já dá para imaginar, elas entram em conflito com os bancos tradicionais, oferecendo serviços muito mais práticos.

O crescimento do ambiente de inovação brasileiro, com diversas incubadoras e incentivos governamentais, e os bancos pouco acostumados à concorrência propiciam uma oportunidade para as fintechs crescerem. E é isso que vem acontecendo! Elas não só têm aparecido em grande número, como também têm crescido e estão botando medo até nos maiores bancos do mundo!

Quais são os principais tipos?

Como se trata de um termo amplo e que envolve inovação, existem diversos tipos de empresas que se encaixam nessa definição. Alguns dos principais você verá nos tópicos a seguir. Acompanhe!

Meios de pagamento

As fintechs que fazem o intermédio financeiro são bastante variadas e com diversas propostas. Além disso, o que elas tem em comum é tentar trazer uma solução prática e ágil para o usuário que quer fazer ou receber um pagamento. E, no caso, o “usuário” pode ser você pessoa física ou pessoa jurídica.

Elas podem te ajudar a, por exemplo, pagar aquele seu amigo que cobriu seu lanche quando você estava sem dinheiro em mãos, mandar uma cobrança a um cliente, fazer uma compra online com rapidez ou transferir seu dinheiro para uma conta de investimentos de maneira barata.

Investimento

Falando em investir, as fintechs também estão inovando nessa área. As empresas podem oferecer soluções como simulação de carteiras de investimentos, acesso a cotações e até mesmo automatização de ordens, o que dá maior precisão a operações que teriam retorno diferente se fossem executadas um segundo depois!

As empresas que surgem nesse setor também aumentam a concorrência entre taxas praticadas. Dessa forma, o efeito disso é a redução das taxas de corretoras já conhecidas e novas oportunidades de investir com taxas inclusive zeradas.

Vaquinha online (isso mesmo!)

Até mesmo o ato de juntar um grupo de pessoas para pagar algo foi com as novas tecnologias. O crowdfunding, ou vaquinha online, permite que empreendedores criativos, ONGs, pessoas em situações difíceis e qualquer um que acredite que possa encontrar interessados em ajudar solicite fundos.

E as fintechs também estão nessa. Com aplicativos e sites extremamente práticos, é possível pedir contribuições e fazer doações com poucos toques na tela do celular

Gestão financeira

A organização financeira é muito importante para quem sempre termina o mês apertado. Isso é ainda mais verdade, caso se trate de um empreendedor ou trabalhador com renda variável.

As fintechs de gestão financeira estão aí para ajudar essas pessoas a saberem para onde o dinheiro está indo, oferecendo gráficos e números que explicam bem quais são os principais gastos. Além disso, é possível listar os recebimentos previstos e saber quanto dinheiro se tem ao longo do tempo.

Criptomoedas

As moedas digitais surgiram com propostas muito semelhantes às fintechs: inovar e evitar burocracia. E é claro que elas também atuam juntas. Diversas fintechs oferecem serviços que ajuda você a comercializar e gerenciar esse tipo de moeda.

É possível comprar rapidamente, caso perceba alguma oportunidade de mercado, assim como, saber a cotação em tempo real. As soluções mais completas oferecem inclusive a gestão de várias moedas diferentes ao mesmo tempo, como Bitcoin, Litecoin, Ethereum, entre outras.

Seguros

Até mesmo o tradicional mercado de seguros é agitado pelas inovações que as fintechs trazem. A dificuldade e o tempo perdido procurando preços e soluções melhores de corretor em corretor, com negociações demoradas e grandes margens para quem vende está em declínio.

As empresas que estão surgindo no setor oferecem soluções como comparações rápidas entre os preços de seguros disponíveis e características das coberturas. Isso quer dizer que não é necessário passar o dia todo rodando em diferentes seguradoras e que o poder de barganha é muito maior para o consumidor!

Empréstimos

Conseguir um empréstimo não é tarefa simples. Essa é mais uma parte do setor financeiro que passou por anos de grande burocracia e altas taxas. E as fintechs não poderiam deixar de provocar mudanças nisso. Hoje é muito mais fácil de conseguir dinheiro emprestado, bastando alguns toques na tela do celular e o envio de alguns documentos para avaliação.

Há ainda startups que oferecem o chamado empréstimo P2P. Trata-se do envio de dinheiro entre usuários com taxas pré definidas, permitindo quem tem dificuldades de financiamento obter uma nova fonte e quem quer investir ter acesso a uma renda fixa com altas taxas.

Como aproveitar tudo isso?

Como eu disse no início, conhecer bem as ferramentas é o melhor caminho. Então procure e conheças o que o mercado oferece. Certamente há uma fintech com a sua cara e pronta para resolver os seus problemas.

Diversas delas oferecem soluções conjuntas como, por exemplo, enviar cobranças aos clientes e previsão de receitas ao longo do tempo. Também é possível fazer transferências com pequenas taxas e receber remuneração pelo seu dinheiro com taxas maiores do que as pagas pelos bancos tradicionais.

Ou então você pode preferir contar com algumas soluções distintas, utilizando apps com funções específicas e que interagem bem entre si.

Gostou do conteúdo? Quer se manter antenado nas nossas soluções? Curta nossa página no Facebook e fique por dentro dos nossos textos!

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: