fbpx

Fluxo de Caixa: o que é e como aplicar em sua empresa

Nas atividades do dia a dia de uma empresa, entender o fluxo de caixa é fundamental se você quer garantir um bom planejamento e controle financeiro, objetivando uma estabilidade ou até mesmo expansão dos seus negócios.

Mesmo sendo uma atividade corriqueira em muitas organizações, nem todas as empresas entendem, de fato, do que se trata esse trabalho e nem sabem como aplicá-lo de maneira correta.

Se você quer aprender como implementar ou até implantar essa atividade no seu negócio, continue lendo esse artigo, pois vamos te explicar como utilizar essa ferramenta, que te ajuda a apurar e projetar o saldo disponível no seu caixa.

Vem com a gente e entenda como manter a vida financeira da sua empresa muito mais saudável e sólida.

O que é fluxo de caixa?

o que é fluxo de caixa

O fluxo de caixa é responsável por fazer o movimento de entradas e saídas dos capitais do caixa de uma companhia, ou seja, tudo que você paga e recebe em seu negócio em determinado período.

Aliás, essa atividade é muito importante para evitar que o seu negócio quebre, principalmente, em momentos de crise no qual estamos vivendo com a pandemia do coronavírus.

Para você ter uma ideia, segundo dados do IBGE, 716 mil empresas fecharam as portas desde o início da pandemia no Brasil. Claro que os fatores que levaram ao fechamento dessas empresas não se deve apenas a não realização do fluxo.

Mas lembre-se, sempre que quanto mais ‘redondos’ forem seus processos, mais chances você tem de manter o seu negócio em pé.

Para que serve o fluxo de caixa?

homem pensando

Uma das principais funções dessa atividade é possibilitar um controle maior das atividades financeiras no ciclo operacional do setor financeiro, onde é possível acompanhar as oscilações das movimentações de entrada e saída do dinheiro.

O fluxo de caixa financeiro ajuda também a entender a necessidade ou não de contratar crédito para capital de giro, facilita o planejamento de prazos de pagamento e recebimento, permite avaliar a capacidade da empresa a longo prazo, entre outros.

3 benefícios de  fluxo de caixa para uma empresa

3 benefícios do fluxo de caixa

Agora que você já sabe o que é o fluxo de caixa de uma empresa, vamos entender um pouco quais são os benefícios de adotar essa prática na sua companhia.

Vale lembrar que implementar essa atividade é importante para pequenas e grandes empresas, desde companhias de varejo, lojas, fintechs, mercado de pagamento e por aí vai. Confira!

Tomada de decisão mais assertivas

Esse é um dos grandes benefícios em adotar essa atividade na sua empresa, já que esse controle permite que você entenda a situação financeira do seu negócio em todos os aspectos, levando em consideração investimentos, custos, projeções e entradas de dinheiro.

A vantagem é que o fluxo de caixa permite que o empresário faça previsões sobre os lucros da empresa e também os prejuízos que podem surgir, possibilitando um planejamento estratégico do negócio.

Evite gastos desnecessários

Ao conseguir um controle maior das movimentações do seu caixa e com todas as despesas documentadas, é possível otimizar a utilização do capital do seu negócio, investindo em projetos que realmente tragam um retorno financeiro que deseja.  

Como consequência, você também consegue diminuir gastos desnecessários, tendo a possibilidade de destinar recursos para outras áreas que, de fato, tenham maior relevância, como na compra de novos equipamentos, reformas, contratação de funcionários ou até expansão do espaço de trabalho.

Garante o cumprimento das obrigações

Um fluxo de caixa simples e até aqueles mais elaborados garantem o cumprimento das obrigações com parceiros, funcionários e fornecedores. 

Isso porque, essa atividade evita que sua empresa acumule contas, tenha que arcar com multas por atraso de pagamento, embargos e até problemas judiciais por conta de um descontrole financeiro.

Ao adotar essa prática, você consegue manter o controle de tudo que entra e sai do seu caixa, definindo ações preventivas e também corretivas no seu orçamento.

Quais problemas o fluxo de caixa evita?

moça com problemas

Como já falamos nos tópicos acima, ter um fluxo de caixa eficiente evita uma série de problemas para o seu negócio, como atraso de pagamento, investimentos equivocados, tomadas de decisões erradas e gastos desnecessários.

O  fluxo de caixa financeiro evita também problemas como falta de dinheiro em caixa para pagamentos emergenciais e também a necessidade de fazer empréstimos em razão da ausência de um planejamento financeiro.

Tipos de Fluxos de Caixa

E nesse universo de controle e acompanhamento de caixa, saiba que há vários tipos de fluxos de caixa que você pode adotar na sua empresa independentemente do tamanho ou segmento.

Dá uma olhadinha nas diferentes metodologias que podem ser implementadas no seu negócio!

Fluxo de Caixa Projetado

Como o próprio nome sugere, o fluxo de caixa projetado é aquele que a partir de lançamentos é possível conhecer não somente as entradas e saídas de dinheiro, mas também projetar ações futuras com base nos resultados.

Nesse caso, existem três grandes funções das atividades projetadas, que incluem a organização para prever a realização de pagamentos e recebimentos e ações corretivas, a fim de realizar ajustes para diminuir perdas e sair do vermelho.

Há também o fluxo de afirmação, que serve para fazer a projeção de investimentos para expansão do negócio.

Fluxo de Caixa Operacional

O fluxo de caixa financeiro operacional, por sua vez, é aquele que faz o levantamento de gastos e receitas operacionais, entendendo todas as movimentações essenciais para o funcionamento da empresa, como manutenção de estoque, impostos, folha salarial, compra de insumos, entre outros.

Fluxo de Caixa Direto

O fluxo direto é a metodologia mais usada por diferentes empresas no Brasil, uma vez que esse método leva em consideração a forma bruta das atividades financeiras, ignorando qualquer desconto.

Nesse formato, as entradas e saídas são ajustadas por categorias que estão relacionadas com as atividades da gestão da empresa. O fluxo direto é capaz de fornecer dados diariamente, exigindo maior dedicação, empenho e tempo dos profissionais na conferência.

Fluxo de Caixa Livre

Já a metodologia livre, chamada também de fluxo final, mede a capacidade de geração de capital em um período curto, médio e longo, indicando o saldo disponível na comparação com o fluxo de caixa operacional.

Para você entender, nesse caso, a empresa trabalha com dois relatórios, sendo o primeiro que faz a projeção dos resultados pelo período de 60 a 90 dias. Já o segundo formato trabalha com um prazo maior, que fica entre 2 a 5 anos.

Com os procedimentos rigorosamente executados no fluxo livre, você consegue acompanhar como o seu negócio se comporta em termos de desempenho e expectativa de faturamento.

Como fazer um Fluxo de Caixa eficiente [DICA BÔNUS]

como fazer um fluxo de caixa eficiente

Depois de conhecer o que significa um fluxo de caixa, os principais tipos e os benefícios que ele pode proporcionar para a sua empresa, listamos aqui as melhores práticas para você aplicar no dia a dia do seu negócio de forma eficiente. Confira!

1. Faça diferenciação do que é receita e despesa

Para ter um controle e acompanhamento do seu caixa o mais eficiente possível, faça a diferenciação do que é receita e despesa, ou seja, o que vai entrar ou sair do seu bolso.

Lembre-se que as despesas estão classificadas a partir da compra de produtos, insumos, impostos, folha salarial, pagamentos diversos contas, entre outros. Já a receita é todo aquele valor que vai entrar no seu caixa. 

Aliás, para que esse controle seja feito de maneira eficiente, é importante ter esses itens bem desenhados para executar desde um fluxo simples até os mais completos e complexos.

2.  Estabeleça as categorias

Outro ponto importante é estabelecer categorias, já que as despesas em uma empresa são as mais variadas. Portanto, para conseguir implantar uma atividade que realmente traga resultados, agrupe as receitas a partir das atividades da empresa.

Dessa forma, separe as despesas, nas seguintes categorias, como materiais diversos, folha salarial, investimentos, serviços e operações e impostos.

Já a categoria de recebimentos podem ser separados em vendas, juros, retorno de investimento e financiamento.

Vale lembrar que não há uma regra para essa classificação de fluxo de caixa financeiro, sendo que cada empresa pode estabelecer as regras que desejar de acordo com o perfil do negócio.

3. Defina as despesas fixas e esporádicas

Na hora de implementar as atividades de fluxo do seu caixa, é importante que seja detalhado as despesas fixas e esporádicas. 

Dessa forma, liste as despesas fixas como, por exemplo, folha salarial, impostos, energia elétrica, água, luz, internet, telefone, fornecedores, como conta digital, e por aí vai.

Já as despesas esporádicas podem ser aquelas com o cartão de crédito e corporativo,  insumos para as atividades produtivas, entre outros.

Isso é importante, pois você conseguirá entender onde estão os maiores gastos e como diminuí-los, caso haja necessidade.

4. Elaborar periodicamente as movimentações financeiras

Além de controlar os serviços financeiros adotados pela sua empresa, é importante também elaborar periodicamente as movimentações do setor, a fim de controlar o fluxo de caixa com entradas e saídas.

Para colocar essa estratégia em prática, faça o registro dos valores em uma planilha, incluindo gastos e ganhos. Avalie juntamente com a sua equipe como estão as movimentações, se teve alta ou queda de despesas e receitas.

Esse acompanhamento é importante para você entender onde estão seus maiores ganhos e gastos, onde investir ou não e onde precisa ter cortes de gastos e por aí vai.

5. Cadastre as contas a receber e a pagar

Não basta saber o que é o fluxo de caixa e para que serve, você precisa implementar ações para que essa atividade aconteça da forma mais eficiente. Uma das principais práticas é fazer o cadastro de contas a receber.

Portanto, você precisa ter um controle das suas contas pagas, a pagar, recebidas e também aquelas que você vai receber. Esse cadastro pode ser feito em software ou em uma planilha, dependendo das suas necessidades.

Essa atividade permitirá que a sua empresa tenha uma visão mais detalhada do seu negócio em termos de ganhos e despesas e se seu negócio terá problemas futuros com falta de dinheiro.

Ao ter tudo isso detalhado, é possível se antecipar às necessidades, entender melhor quais são as possibilidades de financiamento e por aí vai. Lembre-se de alimentar essa planilha de maneira contínua, incluindo novas contas e excluindo aquelas que deixar de existir.

6. Baixe uma planilha de fluxo de caixa

Para te ajudar a ter um melhor controle de fluxo financeiro, é sempre bom ter uma planilha, pois ela te ajuda a organizar os itens, permitindo que você faça um acompanhamento mais detalhado, tendo todos os elementos reunidos em um único lugar.

Pensando em te ajudar, confira essa planilha que elaboramos para que você possa fazer o download e começar a usar agora mesmo. CLIQUE AQUI!

Conheça as melhores soluções financeiras no site da Ewally!

Conclusão

O fluxo de caixa é uma atividade fundamental para qualquer negócio, uma vez que possibilita que sejam realizados todos os controles tanto de entradas quanto de saídas de uma empresa. 

Por isso, conhecer o movimento do caixa da sua companhia permitirá que você possa verificar se seu negócio está em um momento sustentável financeiramente ou se precisa de ações para mudar esse cenário.

Mas além de entender como fazer esse fluxo da forma mais eficiente e segura, lembre-se sempre de contar com os melhores fornecedores, principalmente no que diz respeito às finanças.

Na hora de escolher uma fintech que ofereça soluções financeiras de qualidade, conheça a Ewally, que oferece serviços e produtos para todos os tipos e portes de empresas.

A nossa empresa possui um completo portfólio de produtos com soluções, que vão desde Banking as a Service, conta digital, emissão de cartão de crédito e serviços white label e por aí vai.

Quer ter acesso aos melhores serviços financeiros? Então, entre no nosso site e fique por dentro de tudo que a Ewally pode fazer para a sua empresa e também para os seus clientes.

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Bancos Digitais

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis

Leia Mais »

Confira outros artigos em nosso blog: