fbpx

Chargeback: saiba o que fazer para evitar na sua loja

Com o aumento das vendas do e-commerces a nível mundial, surgiram também formas de evitar fraudes nas transações financeiras, como o chargeback, que acaba sendo um verdadeiro pesadelo dos lojistas online ao se depararem com o cancelamento de suas vendas.

Você já ouviu falar sobre esse procedimento? Entende do que ele se trata?

Sabe como evitar o cancelamento de compras online por meio de cartão de crédito ou débito em lojas virtuais?

Então, esse artigo pode te ajudar a esclarecer esse método utilizado pelas operadoras de cartão.

Vem com a gente!

O que é o chargeback?

o que é chargeback?

Quer entender o que é chargeback?

Saiba que esse procedimento é basicamente o cancelamento de uma compra online realizada com o uso de cartão de crédito ou débito, que ocorre em razão da ausência de reconhecimento da compra pelo titular do cartão.

Além disso, esse fato acontece também se a transação não estiver de acordo com as regulamentações estabelecidas nos contratos, manuais, termos e aditivos previstos pelas administradoras de cartão.

Nesse sentido, ele foi criado justamente para garantir maior segurança às transações com cartões, principalmente, nas lojas virtuais.

Dessa forma, a intenção é evitar que o consumidor seja prejudicado ao não reconhecer uma compra feita com seus dados pessoais.

Em quais situações o chargeback é acionado

Agora que você sabe o que significa e como essa tecnologia é utilizada nos canais digitais, vamos entender em quais situações ele pode ser acionado.

Dá uma olhadinha!

Divergência de valores

Esse método pode ser utilizado quando ocorre uma divergência de valores da compra.

Por exemplo: se um cliente faz uma compra no valor de R$ 200,00 em uma determinada loja virtual, mas na fatura o valor é de R$ 400,00, o chargeback pode ser acionado.

Fraude

Em casos de fraude, o sistema também entra em cena e acontece quando o cliente alega que não reconhece a compra feita em seu cartão e também não autorizou a transação financeira.

Normalmente, essa fraude é caracterizada como roubo de dados do cartão de crédito ou débito.

Erro no banco

Embora seja muito raro acontecer, essa tecnologia também é acionada quando há um erro de processamento das instituições bancárias e financeiras.

Não recebimento da mercadoria

Quando o cliente não recebe a mercadoria adquirida em um e-commerce, por exemplo, o cliente entra em contato com a administradora de cartão e solicita o cancelamento da compra.

Entenda a diferença entre chargeback, estorno e reembolso

diferença entre estorno e reembolso e chargeback

Além de entender o que é chargeback e como funciona, é importante que fique claro as diferenças desse procedimento com outros mecanismos.

O estorno e reembolso, que até podem ser parecidos, não são a mesma coisa.

Diferente do chargeback, onde o cliente não precisa entrar em contato com a loja para o cancelamento da compra, o estorno do valor acontece quando a operadora do cartão requer ao comércio eletrônico o cancelamento da operação.

Já o reembolso é um processo que envolve a devolução do dinheiro gasto pelo cliente e não o cancelamento da compra.

Esse procedimento é feito diretamente pelo próprio e-commerce que realizou a venda.

Afinal, quem paga pelo chargeback?

Para quem quer entender quem paga, saiba que é de responsabilidade do comércio eletrônico, afiliado ou produtor digital, que autorizou a transação em seu ambiente virtual.

Como faço para contestar um chargeback?

como evitar estorno

Para contestar um chargeback recebido, é necessário comprovar que a venda realmente aconteceu.

Para isso, é importante apresentar comprovantes de envio e recebimento e a nota fiscal emitida ao cliente, por exemplo.

Vale lembrar que a contestação desse cancelamento de compra é efetuada pela sua intermediadora de pagamentos.

Qual impacto o chargeback pode ter no seu negócio?

Além de todos os transtornos e dores de cabeça causadas por esses procedimentos de cancelamento de compra, os prejuízos para os negócios online podem ser ainda maiores, inclusive, com a possibilidade do fechamento da empresa.

Para você entender, um alto volume de cancelamento de compras junto à administradora de cartão pode afetar a conta corrente da empresa de maneira significativa.

Além disso, ainda podem ser aplicadas taxas sobre essas transações não efetivadas.

Como evitar os chargebacks na sua loja

Além de aprender como contestar um chargeback, o mais importante, na verdade, é evitar que esse processo de cancelamento aconteça, diminuindo as chances de perda vendas.

Confira as dicas que selecionamos para você.

1. Intermediadores de pagamento

As soluções fornecidas pelos intermediadores de pagamento são ótimas formas de evitar esse cancelamentos de compras.

Isso porque ,essas empresas ficam responsáveis pelas transações feitas com cartões de crédito ou débito, inclusive pelos sistemas de segurança.

2. Use ferramenta de automação financeira

Outra maneira de evitar a contestação de compra é a utilização de ferramentas de automação financeira, que são usadas também para a redução de chargebacks.

Essa tecnologia integra todos os pontos de vendas e maquininhas de cartão, o que proporciona uma visão mais ampla e detalhada das operações de pagamento.

Sendo assim, não é preciso acessar plataformas de todos os adquirentes para acompanhar as vendas online.

Somado a isso, a conferência das transações também passa a ser automática, reduzindo o risco de erros.

3. Sistema antifraude

Os sistemas antifraude também ajudam a evitar os chargebacks pois todos os comportamentos suspeitos de compra são detectados, como várias compras separadas no cartão de crédito em período curto de tempo, principalmente, de produtos com valor alto.

Esses softwares fazem uma análise dos riscos e do perfil de compra do consumidor.

Se algo estiver fora do normal, o sistema emite uma notificação.

4. Use o AR ou a entrega em mãos

Nos processos de entrega é altamente recomendado utilizar a emissão de AR (Aviso de Recebimento), que indica quando o produto foi recebido pelo cliente. Já o método chamado “mão própria” é usado para recolher a assinatura do cliente no ato da entrega.

Mas saiba que há custos para a contratação desses tipos de serviços, mas acredite, vale muito a pena usá-los para evitar os cancelamentos de compra.

Conclusão

O chargeback é uma tecnologia usada para evitar fraudes e garantir que o cliente não seja lesado em caso de compras não autorizadas ou que não estejam de acordo com as regras das operadoras do cartão.

Por ser um procedimento padrão, os lojistas podem atuar apenas para evitar o cancelamento das compras em seu comércio eletrônico.

Para diminuir o volume dessas constatações de compra, não deixe de seguir as nossas dicas e usar diferentes mecanismos, como sistema antifraude, ferramentas de automação financeira, intermediadores de pagamento e o Aviso de Recebimento.

Na hora de oferecer os melhores serviços financeiros para seus clientes ou até mesmo para a sua empresa, não deixe de conhecer as soluções disponibilizadas pela Ewally.

Com a Ewally, você pode abrir a sua conta de forma gratuita, além de fazer transações financeiras sem custo, como pagar contas, sacar dinheiro, emitir cobrança, transferir, consultar saldos e extratos e muito mais.

Aqui você tem soluções financeiras personalizadas e de alta qualidade, que se adaptam às necessidades da sua empresa.

Acesse nosso site ou entre em contato conosco!

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: