fbpx

Conciliação bancária: o que é, importância e como fazer

A conciliação bancária é uma dos recursos indispensáveis para garantir uma boa gestão financeira de toda empresa, independente do porte e nicho de mercado.

Essa metodologia permite que você entenda melhor o saldo existente, fraudes, lançamentos errados, compras canceladas e valores não compensados e muito mais. Vem com a gente saber mais!

O que é e para que serve a conciliação bancária?

conciliação bancária

Para você que quer entender o que é conciliação bancária, saiba que trata-se de um processo de comparação entre o extrato bancário com os dados de controle interno de uma empresa.

Nele, todas as despesas, saldo disponível e recebimentos passam por uma conferência para saber se as movimentações previstas foram feitas e se os resultados possuem ou não divergências.

Essa conciliação serve também para que você possa verificar se as atividades financeiras estão correndo dentro da sua normalidade, podendo monitorar pagamentos e recebimentos, além de verificar a possibilidade de fraudes.  

Ou seja, todas as inconsistências possíveis.  

1. Identificar Fraudes Internas

Além de aprender como fazer conciliação bancária, é importante que você entenda também para ela serve nos mínimos detalhes, assim, você entende o porquê sua empresa precisa adotar essa metodologia o mais rápido possível. 

Com uma planilha simples, é possível evitar grandes problemas de ordem financeira para a sua empresa, como fraudes internas, que podem ser identificadas ao aplicar essa rotina. 

É possível observar irregularidades que podem ser causadas, por exemplo, por depósitos em dinheiro feitos com valores abaixo do  informado ou até mesmo cheques que não foram depositados ou compensados na conta da sua empresa. 

2. Ter Um Controle Mais Efetivo das Movimentações Financeiras

A conciliação bancária automática ou mesmo as manuais ajudam as empresas a ter um controle mais efetivo nas movimentações financeiras, pois é possível ter uma visão mais profunda e clara dos valores que são movimentados nas contas correntes do seu negócio. 

De maneira prática, esse trabalho de conciliação bancária ajuda a identificar se a sua companhia opera no positivo ou no negativo.

3. Garantir Um Saldo Bancário Confiável

Outra vantagem é que a conciliação garante também um saldo bancário confiável, onde  é possível ter certeza dos valores que a sua empresa possui em caixa, auxiliando nas tomadas de decisões de ordem financeira. 

O melhor é que você pode trabalhar com confiança e não apenas com achismo, o que te permite decisões mais assertivas e investimentos nas áreas mais adequadas, como ampliação de espaços, quitação de empréstimos ou compra de equipamentos, por exemplo.

4. Melhorar o Planejamento Orçamentário

A conciliação bancária garante maior segurança na hora de fazer o seu planejamento orçamentário, já que um software ou mesmo uma planilha contribui para previsões mais realistas sobre o futuro da sua empresa. 

Um planejamento orçamentário é um instrumento usado para planejar receitas, despesas, custos e também investimentos do seu negócio, uma vez que você sabe quanto tem em caixa e se esses valores são suficientes para colocar suas estratégias em prática. 

5. Melhorar a Previsão de Fluxo de Caixa

Outro ponto positivo de usar essa estratégia na sua empresa é que a conciliação colabora também com um fluxo de caixa mais saudável, já que você consegue realizar um controle efetivo das entradas e saídas, o que permite uma visão real da situação financeira.

Essa previsão de fluxo de caixa auxilia nas tomadas de decisões, além de conseguir evitar gastos desnecessários e excessivos, contribuindo também para o cumprimento das obrigações fiscais.

Por Que Fazer Conciliação Bancária?

Mesmo se depois de todas essas vantagens apresentadas nos tópicos acima, você ainda tiver dúvidas sobre o porquê é importante realizar o preenchimento da conciliação bancária diariamente, saiba que basicamente você garante o controle total do seu negócio.

Encontrar falhas de forma antecipada, evita prejuízos financeiros dos mais variados, permitindo investimentos mais assertivos e ganhando ainda mais competitividade no seu mercado de atuação.

Conciliação bancária e fluxo de caixa: qual a diferença

conciliação bancária e fluxo de caixa

Na hora de colocar essa metodologia em prática, muitas pessoas se perguntam o que é fluxo de caixa e conciliação bancária. Saiba que essas atividades não são a mesma coisa. 

Embora parecidas, essa metodologia de conferência e acompanhamento têm algumas diferenças. 

A conciliação está relacionada ao procedimento que tem como finalidade comparar a movimentação financeira das contas correntes e escrituração contábil, entendendo de forma detalhada as possíveis inconsistências para fins de controle e eventuais ajustes. 

Já o fluxo de caixa é um método de gestão financeira que faz a projeção de todas as entradas e saídas de recursos da sua empresa para períodos futuros, indicando como será o saldo de caixa para o período determinado. Deu para entender as diferenças?

Conciliação bancária: por que é indispensável para as empresas do varejo

conciliação bancária e fluxo de caixa

A conciliação bancária é uma metodologia importantíssima para qualquer companhia, como fintechs financeiras, por exemplo, mas para as empresas do varejo ela se torna ainda mais essencial. 

No segmento do varejo, as atividades envolvem o processo de venda de produtos ao consumidor final e, nesse caso, a conciliação atua no sentido de garantir um maior controle de todos os produtos vendidos e as quantias recebidas.

Como esses processos de vendas no varejo, normalmente possuem um alto volume, manter essa rotina evita que você e sua equipe cometam deslizes e não vejam possíveis erros e inconsistências, o que pode gerar um alto prejuízo financeiro para o seu negócio. 

Se você atua nesse segmento, saiba que o varejo brasileiro registrou em  2018, um faturamento na ordem R$ 1,5 trilhão, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Além disso, em relação a 2019, entre os meses de janeiro a novembro, o crescimento foi de 1,7%, comparado a igual período do ano anterior.

Por isso, se você quer aproveitar as melhores oportunidades do mercado, lembre-se que a conciliação bancária é uma das formas de gestão inteligente que uma empresa precisa ter se quiser alcançar bons retornos e garantir uma vida financeira saudável. 

E para que sua equipe financeira não cometa deslizes e tenha uma gestão inteligente e eficiente, sua empresa precisa de uma conciliação bem-feita.

Como fazer uma conciliação bancária da sua empresa [Passo a Passo]

como fazer uma conciliação bancária

Agora que você entende a importância dessa atividade para o seu negócio, vamos aprender como fazer conciliação bancária do jeito certo. Confira o passo a passo que preparamos para você!

1 – Prestação de Contas

O primeiro passo para adotar essa metodologia na sua empresa é implantar uma cultura de prestação de contas, onde você precisa fazer o registro diário das entradas e saídas na conta corrente da sua empresa.

Nessa etapa, inclua também tarifas e juros das operações, pois esses pagamentos têm um peso enorme no final do mês.

2 – Verifique Constantemente os Saldos

Manter uma rotina de conferência de saldos é fundamental, seja em uma conta corrente de uma instituição bancária tradicional ou em um banco digital

Sempre que puder, verifique se os saldos iniciais e finais do controle interno estão corretos com os saldos do extrato bancário, pois, dessa forma, é possível evitar prejuízos financeiros. 

3 – Fique de Olho nos Detalhes

No modelo de conciliação bancária ideal, esse processo também inclui uma análise minuciosa dos detalhes das contas da sua empresa. Essa conferência é imprescindível para verificar se todas as datas batem com as anotadas pelo controle interno. 

Esse cuidado pode diminuir os riscos de possíveis encargos ou multas, nos casos de pagamentos em atraso, evitando gastos que não estavam previstos naquele período. 

4 – Correção Imediata e Armazenamento

Sempre que houver qualquer divergência entre os dados do controle interno e da conta bancária, faça a correção imediata assim que notar as divergências. 

Para se resguardar, guarde extratos, comprovantes de pagamento, mesmo que sejam transações feitas pelo Pix, além de notas fiscais, para ter acesso sempre que precisar, às informações da situação da área financeira da sua empresa. 

Modelo de conciliação bancária [Planilha]

Para te ajudar a adotar esse procedimento na sua empresa, disponibilizamos planilha de  conciliação bancária para download grátis. Clique no link abaixo e baixe agora mesmo esse modelo.

PLANILHA DE CONCILIAÇÃO BANCÁRIA

Quais problemas podem acontecer na conciliação bancária?

pessoas discutindo

Na hora de fazer conciliação bancária passo a passo é normal a ocorrência de problemas, que podem ser os mais variados. 

Você pode facilmente se deparar com lançamentos divergentes entre banco e controle interno e, para resolver essa questão, é necessário ter em mãos o documento original para analisar o porquê dessa diferença.

Com ele, é possível entender se houve lançamentos indevidos, um valor maior por juros ou descontos. 

Durante a conciliação bancária, outro problema muito fácil de ser verificado são os débitos indevidos feitos por parte da instituição bancária. Caso haja essa situação, procure o seu banco ou conta digital para fazer o estorno. 

Isso normalmente acontece quando sua empresa adota débitos automáticos. Por isso,  verifique se é possível bloquear a conta para este tipo de lançamento junto ao seu banco.

Ao adotar essa metodologia, é possível ficar de olho nos cheques não compensados e transferências não processadas, pois, é importante que você os considere no seu controle de fluxo de caixa, pois eles podem ser debitados.

Para quem ainda se questiona como fazer conciliação bancária e quais problemas podem acontecer nesse processo saiba que os débitos de impostos, taxas e aplicações não previstos também entram na lista, como impostos dedutíveis de:

  • aplicações,
  • taxas bancárias, 
  • IOF, 
  • transações,
  • aplicações automáticas.

É importante que você faça a conferência minuciosa, especialmente, das tarifas bancárias, já que é normal ocorrer divergências entre o negociado com o banco e o que, de fato, foi debitado. Se isso ocorrer, ligue para o seu gerente para fazer a correção!

Outro problema que é possível conferir nesse processo são os depósitos não identificados. 

O ideal é manter sempre um controle separando os não identificados, que podem ser  de uma venda não contabilizada, uma antecipação de um cliente ou até um erro na transferência.

Para te ajudar a ter o melhor modelo de conciliação bancária, solicite aos seus clientes o envio de comprovantes de depósitos para evitar esses equívocos e uma possível bitributação.

Perguntas frequentes sobre conciliação bancária

perguntas frequentes sobre conciliação

Normalmente quando uma empresa começa a adotar essa prática, as perguntas mais comuns estão  relacionadas com a forma de colocar esses métodos em prática e qual o setor é o responsável por esse acompanhamento e conferência.

Além disso, é comum os profissionais ficarem em dúvida sobre as principais diferenças entre fluxo de caixa e conciliação e qual a sua importância para a vida financeira da empresa. 

Mas você não precisa se preocupar, pois todas essas questões e muitas outras serão esclarecidas até o final deste artigo. 

Mas ainda não acabou, por isso, continue lendo e entenda de uma vez por todas como fazer uma conciliação financeira eficiente, garantindo uma vida financeira saudável e bons retornos para o seu negócio.

Quem Faz a Conciliação Bancária?

A conciliação bancária faz parte do processo de fluxo de caixa de qualquer empresa. 

Nesse sentido, todo esse processo de controle e acompanhamento deve ser feito pela equipe do seu setor financeiro, que precisam adotar esse procedimento na rotina de atividades

De Quanto em Quanto Tempo a Conciliação Bancária Deve ser Feita?

Essa é uma pergunta muito comum e toda empresa precisa entender como fazer esse acompanhamento da maneira mais eficiente possível. 

O mais indicado pelos especialistas para que esse processo seja, de fato, eficiente, é fazer com que essas conferências sejam realizadas, pelo menos, uma vez na semana, já que você já faz um acompanhamento diário do seu fluxo de caixa. 

Consigo Fazer Conciliação Bancária Automática?

pessoa navegando na internet

A resposta para essa pergunta é SIM. Além de aprender como fazer uma conciliação bancária de forma manual, saiba que esse procedimento também pode ser feito de maneira automatizada, garantindo ainda mais eficiência e otimização do tempo da sua equipe.

Hoje em dia, há muitas ferramentas no mercado que ajudam as empresas de diferentes portes e segmentos a fazer esse acompanhamento de uma forma ainda mais eficiente, prática e segura. 

Aliás, ao utilizar esses sistemas, você consegue verificar os extratos de cartões de crédito, analisar todas as vendas realizadas em determinado período e conferir se há algum valor errado na sua conta, alguma inconsistência ou mesmo uma fraude, que pode ser prejudicial.

Conheça as soluções financeiras da Ewally!

Conclusão

Depois de toda essa explicação e esclarecimentos, fica mais fácil entender o porquê a conciliação bancária é um procedimento tão importante para empresas dos mais diversos tamanhos e nichos de mercado.

Se você quer que a vida financeira da sua empresa seja, de fato, saudável, permitindo que você possa fazer investimento, melhorias internas e garantir o faturamento esperado, essa rotina de acompanhamento e conferência precisa estar presente no dia a dia da sua empresa. 

Então, se nas rotinas do seu negócio, você ainda não utiliza essas estratégias, é bom começar  agora mesmo, e o seu objetivo é tornar o seu negócio ainda mais competitivo e, claro, ter bons retornos no fim do mês. 

Mas além de fazer esse trabalho minucioso de acompanhamento, você sabia que pode otimizar ainda mais os processos administrativos e financeiros da sua empresa?

Já pensou em ampliar o seu portfólio e oferecer serviços e produtos financeiros para os seus clientes? Saiba que, hoje em dia, isso é completamente possível para empresas que não atuam no segmento financeiro. 

Atualmente, há empresas, como a Ewally, uma fintech que oferece as melhores soluções tecnológicas financeiras para diferentes empresas. Na Ewally, você terá acesso aos mais variados serviços que podem ser muito vantajosos para o seu modelo de negócio. 

Além de oferecer conta digital gratuita, você tem acesso às soluções completas de Banking as a Service, APIs para todos os serviços financeiros, emissão de cartão e processamento e pix para empresas.

Com a nossa empresa, você pode oferecer aos seus clientes, fornecedores e funcionários cartão de crédito, débito, pré-pago, internacional e corporativo com a sua própria.

E você não precisa se preocupar, pois todos os nossos produtos e serviços são modulares e customizáveis para os mais diversos tipos de negócios, para que você possa escolher o formato que atende às suas necessidades. 

Venha conhecer tudo que a Ewally pode fazer para o seu negócio. Acesse o nosso site e saiba mais sobre os nossos serviços e produtos. 

Aliás, sempre que precisar de informações sobre o mercado financeiro, aqui no Blog da Ewally, você encontra sempre dicas e as principais novidades do mercado.

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: