fbpx

O Que É Big Data, Para Que Serve E O Que São Os 5 V’s?

Com os avanços das últimas décadas, o termo big data vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, uma tecnologia imprescindível para o armazenamento de informações em bancos de dados. 

Para você ter uma ideia do volume de informações, mais de 2,5 exabytes (25.000.000.000.000.000.000 de bytes) são criados todos os dias, um número que dobra a cada 3 anos, desde 1980.

Quer entender mais o que é big data, para que serve e a importância dessa tecnologia para o seu dia a dia? Então, vem com a gente!

Os melhores serviços financeiro, você encontrar na Ewally!

O Que É Big Data?

big data

Big data é, basicamente, um conjunto de informações em um banco de dados de empresas e servidores, que possui interligações entre si.

Essas informações ficam disponíveis em uma rede mundial de computadores, sendo acesso de qualquer lugar do mundo de forma remota. 

Para ficar mais fácil de entender, o Youtube, a maior plataforma de vídeos do mundo, é um exemplo de big data, já que ela armazena e disponibiliza milhões de vídeos em seu banco de dados para que os usuários possam acessá-lo de qualquer lugar.

Quais São As Tendências De Big Data?

Para quem pensa que big data é uma tecnologia nova, está enganado. Há muitos anos esse termo é fruto de pesquisa nos Estados Unidos, mas em 2011, ele ganhou ainda mais destaque, segundo uma pesquisa feita no Google Trends.

Já no Brasil, a tecnologia apresentou crescimento constante a partir de 2012, tendo seu pico em 2013, quando foi publicada na Revista Veja sobre o tema. 

De lá para cá, o interesse pelo termos big data não parou de crescer e outros temas, como “Business Intelligence” e “Data Warehouse” também têm ganhado cada vez mais espaço. 

Com o avanço da tecnologia, a expectativa é que temas relacionados à tecnologia da informação sejam incorporados cada vez mais no nosso dia a dia. 

Qual A História Do Big Data?

Sabendo o que é big data e para que serve, é importante entendermos também um pouco da história dessa tecnologia. 

A verdade é que a junção e armazenamento é uma prática muito antiga, porém, ganhou evidência ao ser denominado como big data nos anos 2000, quando Doug Laney escreveu um artigo sobre big data, que é a definição mais conhecida para a tecnologia.

Com a crescente necessidade do armazenamento de dados, as organizações necessitam, cada vez mais, de análise em tempo real de grandes quantidades de dados, tornando a tecnologia ainda mais indispensável no mundo. 

O Que São Os 5 V’s Do Big Data?

big data

No artigo, Laney descreveu a tecnologia, dividindo em 5v”s. Vem com a gente e vamos entender o que cada o significado de cada V. 

Volume

Volume é o ponto de partida para entender o big data, significado e funcionalidade. 

Os 2,5 quintilhões de dados criados todos os dias acarretam em um volume de informações das mais diferentes fontes, como redes sociais, acompanhamento de leads, cliques, interações em sites, blogs e muito mais. 

Velocidade

No conceito de big data, temos também a velocidade, que é basicamente, o tempo que os dados levam para serem transferidos, armazenados e baixados em tempo record. 

Com a quantidade de dados em tempo real, o gerenciamento dessas informações precisa ser feito de forma rápida e segura. 

Variedade

Outro V diz respeito à variedade de dados em diferentes tamanhos, cores e formas. É preciso conhecer essas variedades para que elas possam ser analisadas e armazenadas corretamente.

Variabilidade

O conceito de big data traz também a variabilidade. Ou seja, com a quantidade de informações, os elementos mudam de maneira constante e variável, como dados sazonais ligados a eventos específicos, por exemplo. 

Vínculo

O último V é o vínculo, um ponto que merece atenção, pois, com a quantidade de dados é preciso evitar que eles se percam. 

Sendo assim, a proposta é conectar e relacionar os componentes, criando hierarquias e ligações múltiplas para estabelecer vínculos entre eles.

Por Que Big Data Foi Criado?

A tecnologia foi criada em razão do alto volume de informações criadas diariamente e acumuladas por décadas. Com isso, esses dados passaram a ser uma fonte de insights e não só de informações armazenadas. 

Dessa forma, foi necessário criar um modelo de análise para ajudar empresas a encontrar ideias em meio a um grande volume de dados. 

Como Interpretar Dados

Agora que você já entende para que serve big data, o que é e como essa tecnologia funciona, é importante compreender como interpretar esses dados. 

Com o alto volume de informações, é preciso definir cada dado para facilitar a sua interpretação. Sendo assim, os dados são divididos em estruturados e não estruturados. 

Dados não estruturados

São informações que não estão organizadas ou que não são entendidas de forma facilitada  pelos bancos de dados tradicionais ou em formatos já conhecidos, como textos e imagens, por exemplo.  

Dados estruturados (ou multi-estruturados)

São aqueles facilmente reconhecidos pelos bancos, facilitando a análise e processamento das informações. Neste conceito, os dados estruturados derivam das interações entre pessoas e máquinas, como mídias sociais e aplicações na web. 

É uma mistura de imagens, dados e textos, como  formulários ou informações transacionais.

Quais São As Aplicações Do Big Data Em Diferentes Setores?

big data

Big data é um conceito melhor definido como um conjunto de  informações em um banco de dados de empresas e servidores, que possui interligações entre si e podem ser usados em diferentes setores.

Um deles é no comportamento do usuário, já que ele permite o rastreamento e coleta de dados diversos, entendendo as ações e o comportamento prévio de cada usuário, com base em histórico de compras, interações no site, etc. 

Outro segmento que se beneficia com o big data é a logística, já que auxilia em uma maior eficiência de rotas, otimizando transportes e gerenciando possíveis riscos. 

O setor de saúde também pode usar essa tecnologia a seu favor, pois, com a tecnologia, é possível prever doenças com base em uma série de dados históricos e de monitoramento das pessoas. 

Além disso, a tecnologia também está presente na detecção de fraudes, em sistemas de recomendação, otimização de preços, assistentes virtuais, manutenção preditiva, etc.

O Que É Big Data Analytics?

Enquanto o big data reúne e armazena dados, o Big Data Analytics são ações práticas para a obtenção de insights sobre comportamento dos consumidores, tendências do mercado e suas expectativas.

O analytics pega as fontes de dados e cria as correlações, vínculos e interferências entre as informações para, assim, obter métricas para que uma empresa possa usar números para criar estratégias e tomar decisões mais acertadas. 

Os melhores serviços financeiro, você encontrar na Ewally!

Conclusão

A big data é uma tecnologia que chegou para auxiliar as empresas nos mais diversos setores a ter mais insights para a criação de estratégia e tomada de decisões. 

Além dessa tecnologia, se você busca as melhores soluções financeiras para a sua empresa, conheça a Ewally, que disponibiliza uma infraestrutura completa de serviços financeiros para empresas de diferentes portes e nichos.

A Ewally oferece os mais diversos serviços, como cartão de débito, crédito, internacional, corporativo, banking as a service, soluções private label, white label, além de conta digital e muito mais.  

Acesse o nosso site e saiba mais sobre os nossos serviços e produtos. 

 

Quer conhecer nossas soluções ou abrir o Seu Banco com a Sua Marca?

Compartilhe
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on google
Google+
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos mais lidos:

Confira outros artigos em nosso blog: